Links de Acesso

Angola: PRS responsabiliza governo por crescente pobreza no interior

  • Manuel José

Partido diz que Angola "está longe" de ser um estado democrático

O Partido da Renovação Social, PRS, avisou que a pobreza “é cada vez mais extrema” no interior do país e responsabilizou o governo por essa situação.




Benedito Daniel, secretário geral do partido, disse que essa situação deve-se à má gestão da riqueza por parte do executivo de Eduardo dos Santos e considerou ainda que Angola “está longe” de ser um país democrático.

Daniel falava numa cerimónia de fim de ano em o presidente do partido Eduardo Kuangana não compareceu por razões de saúde.

"Este fenómeno (a pobreza) é outra forma ilustrada da má distribuição da renda nacional, do desemprego em alta, num país que está a ser invadido pela emigração ilegal de todas as latitudes," disse

No capítulo político o partido de Eduardo Kuangana pensa que o país ainda não conseguiu democratizar-se.

"Angola è um país que continua longe de ser um estado democrático,” disse acrescentando haver “a violação permanente dos direitos fundamentais dos cidadãos consagrados na constituição."

Para aquele dirigente partidário a polícia “reprime e assassina cidadãos” e deu como exemplo as mortes “de Cassule, Kamulingue, Ganga e mais recentemente de Maro Bernardo cujo sangue por eles derramado clama pela justiça".
XS
SM
MD
LG