Links de Acesso

Angola: PRS diz que governo não garante autàrquicas

  • Teodoro Albano

Eduardo Kuangana, líder do PRS

Eduardo Kuangana, líder do PRS

Eduardo Kwangana afirma que regime não inspira confiança

Ainda não pode haver a certeza que haverá eleições autárquicas em Angola, disse o presidente do Partido da Renovação Social, PRS. Eduardo Kwangana.





Kwangana falava no Lubango no final de uma visita de trabalho que op levou também à província vizinha do Cunene.

Interrogado sobre se acreditava na realização das autárquicas disse que embora queira acreditar que as mesmas se vão realizar “com este partido no poder com esse regime ainda temos algumas reticências”.

“Não posso ser frontal e dizer que sim que acredito quando o pássaro está no bolso do outro,” disse.

“Então eu não posso dizer sim ou não até ver,” acrescentou.

Kwangana voltou a defender o federalismo como a melhor solução para a Administração de Angola

Kwangana disse que a teimosia actual demonstrada sobretudo pelo partido no poder em assumir o federalismo tem-se contrariado na prática com decisões que manifestam o referido sistema político.

O líder da quarta maior força política do país, aponta como exemplo a criação das chamadas zonas académicas numa alusão às sete universidades públicas de Angola.

“ Angola queira ou não, os dirigentes de Angola queiram ou não, isso vai pegar e até lá nós vamos ter uma angola federal,” disse-

A criação das universidades é iniciativa do PRS, o PRS no seu programa de 2008, nós falamos de não haver apenas o Agostinho Neto como única universidade e hoje temos as universidades tal como nós as dividimos, então onde está o problema?" interrogou

Kwangana reforça a sua tese afirmando que o federalismo em Angola vai ganhar consistência com a experiência que o país está a receber no domínio das autarquias através da formação de técnicos provenientes de países com pendor federal.

O presidente do PRS visitou os municípios de Matala, Gambos, Jamba e Chicomba passando antes pela capital Lubango depois de ter estado na província do Cunene para constatar os estragos provocados pela seca no sul de Angola.
XS
SM
MD
LG