Links de Acesso

Angola nega vistos de entrada a observadores de Portugal - UNITA

  • Venâncio Rodrigues

Alcides Sakala, porta-voz da UNITA

Alcides Sakala, porta-voz da UNITA

Consulado de Angola terá recebido ordens para negar vistos a convidados da UNITA

O consulado angolano em Portugal terá recebido ordens de Luanda para negar vistos de entrada em Angola, a figuras convidadas pela UNITA, no quadro da observação eleitoral.




“Tivemos informações de convidados da UNITA que o consulado recebeu ordens expressas de Luanda para negar os vistos aos portugueses convidados pela UNITA como observadores,” disse o porta-voz daquele partido, Alcides Sakala.

Sakala afirma que a direção do seu partido está acompanhar, com alguma apreensão, estes últimos desenvolvimentos à volta do processo eleitoral angolano.

A Comissão Nacional Eleitoral, CNE, terá entretanto programado para sábado uma reunião com a direcção da UNITA para discutir o memorando entregue por este partido sobre alegadas irregularidades no processo.

A CNE estaria assim a marcar o encontro para o mesmo dia em que a UNITA convocou manifestações de protesto contra o que alega serem irregularidades nas eleições.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG