Links de Acesso

Pediatria do Sumbe em crise

  • Fernando Caetano

Obrigada a operar no Lar de Estudantes, a Pediatria não tem medicamentos, sangue e faltam camas.

O Hospital Pediátrico do Sumbe, a operar em instalações do Lar de Estudantes, não tem capacidade para albergar o número de doentes que ali afluem e luta com falta de medicamentos e sangue.

A Pediatria teve que mudar para o Lar de Estudantes devido a inundações nas suas instalações.

A directora Madalena Gouveia disse que face à crise, o hospital dá prioridade a “proteger os doentes graves e aquele doente cujo pai não pode comprar medicamentos”.

Quanto aos demais pacientes, os pais têm mesmo de contribuir "porque já não temos para dar como era antes”, disse Gouveia, acrescentando que tal como acontece através do país não há doadores voluntários e a maioria dos doadores são familiares.

Embora haja doações “principalmente pelas igrejas” isso não chega para as necessidades.

A Pediatria do Sumbe atende mais de 150 crianças das quais mais de 70 são internadas, mas devido à escassez de camas algumas são assistidas no chão sem as mínimas condições .

XS
SM
MD
LG