Links de Acesso

Oposição parlamentar angolana quer mais pressão dos cidadãos

  • Manuel José

Assembleia Nacional Angola

Assembleia Nacional Angola

Grupos parlamentares preparam o novo ano parlamentar.

A oposição parlamentar angolana quer que os cidadãos sejam mais exigentes e exerçam maior pressão sobre os deputados.

Com as baterias direccionadas a mais um ano parlamentar que arrancou a 15 deste mês, os grupos parlamentares definem as linhas de força, para os debates dos assuntos mais importantes para a vida dos cidadãos.

A oposição apela os cidadãos a não deixarem tudo nas mãos dos deputados e a serem mais exigentes,na defesa dos seus direitos. A maior bancada da oposição pede para que o angolano pressione mais.

"O cidadão angolano deve começar a fazer crescer o seu nível de exigência porque é daí que nós podemos manter o Governo em alerta e consciente, que não deve dormir à sombra do deixa andar, dos interesses do bolso de cada um dos seus intérpretes", disse o vice-presidente do grupo parlamentar da Unita Adalberto Júnior.

Esta posição foi apoiada pelo presidente do grupo parlamentar da Casa-CE, André Mendes de Carvalho “Miau”, para quem “é necessário que os cidadãos deste país tenham consciência dos seus direitos e exijam de facto neste sentido"

Para o dirigente parlamentar da Casa-CE é preciso também que haja “vontade política para que a democracia seja uma realidade”.

Mendes de Carvalho diz ser importante sobretudoque "quem dirige o país esteja disposto a atingir este objectivo sem o qual o processo se torna muito difícil."

Por seu lado a deputada pelo MPLA Idalina Valente prefere vêr o problema na necessidade da reforma das instituições do Estado.

"Angola precisa aliás, como muitos países fazem permanentemente, de fazer reformas institucionais e sabemos que tem de haver esta reforma das nossas instituições", defendeu Valente.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG