Links de Acesso

Angola negoceia empréstimo para comprar comida e medicamentos

  • Redacção VOA

Acordo com fundo de investimento inglês Gemcorp pode chegar a 500 milhões de dólares.

O Governo de Angola e o fundo de investimento com sede em Londres Gemcorp estão a negociar um novo empréstimo de 500 milhões de dólares, depois de Luanda ter decidido não aceitar submeter-se a um programa de financiamento do Fundo Monetário Internacional (FMI).

De acordo com a agência de notícias financeiras Bloomberg, que citou uma fonte das negociações sem revelar o nome, o empréstimo pretende criar mecanismos para que o Ministério das Finanças possa comprar medicamentos e alimentos.

Na notícia revelada neste domingo, 10, caso o acordo for conseguido ele pode aliviar o Executivo de Angola que enfrenta uma grave financeira e económica, depois da queda dos preços do crude no mercado internacional a partir do segundo semestre de 2014.

A Blomberg lembra que investidores têm vendido activos angolanos em resposta à crise.

A Gemcorp tem uma participação de três por cento no Banco Atlântico e no ano passado concedeu um empréstimo de 300 milhões de dólares ao Governo angolano.

O fundo de empréstimo é dirigido por Atanas Bostandjiev, que anteriormente trabalhou pelo banco russo VTB Capital, que concedeu um empréstimo a Angola de 268 milhões de dólares em 2011.

XS
SM
MD
LG