Links de Acesso

Angola não respeita os direitos humanos, recorda a oposição

  • Manuel José

Ministro está a viver "num outro país", diz deputado da CASA CE. A Noruega diz no entanto que tem havido progressos nos direitos humanos em Angola

Um destacado membro da oposição angolana rejeitou declarações do Ministro da Justiça segundo as quais o governo respeita os direitos humanos.

O jurista e deputado pela CASA-CE, Leonel Gomes disse que o titular da justiça, Rui Mangueira, deve estar equivocado com o país.

Mangueira disse em Cabo Verde que Angola é um Estado de direito, sem violação dos direitos humanos e o direito á manifestação é respeitado, e “há manifestações todos os dias".

Gomes recordou que há poucos dias jovens que tentaram manifestar em Benguela foram atacados pela polícia que usando força desproporcional e descomunal feriu e prendeu vários jovens.

O deputado disse que Angola estão “mais próximo de uma ditadura fascista (...) nós estamos mais num fascismo e terrorismo do estado contra a cidadania."

Entretanto, o Secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros da Noruega, Morten Hoglund, manifestou, hoje, o seu apoio às reformas do governo.

Hoglund disse que Angola regista muitas melhorias nos direitos humanos.

O visitante norueguês reuniu, em Luanda, com o Secretário de Estado dos Direitos Humanos, António Bento Bembe.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG