Links de Acesso

Angola: Ministro manda instaurar processos disciplinares a professores em greve

  • Redacção VOA

Biblioteca da Universidade Agostinho Neto, Luanda (Angola)

Biblioteca da Universidade Agostinho Neto, Luanda (Angola)

Sindicato recorre ao ministério do trabalho e vai pedir demissão do ministro do ensino superior

O Ministro do Ensino Superior endureceu a sua posição face á greve de professores dando agora ordens para que sejam marcadas faltas aos mesmos e instaurados processos disciplinares contra os grevistas, disse o líder do Sindicato dos Professores do Ensino Superior SINPES.




O ministro recusa-se assim a dialogar com o sindicato depois de no inicio da semana ter posto em causa a legalidade do mesmo.

O dirigente do SINPES Eduardo Peres Alberto disse que o sindicato enviou uma nota ao Ministério do Trabalho e á Assembleia pedindo a anulação da ordem.

Alberto disse que o SINDICATO tenciona ainda realizar uma assembleia para aprovar uma “magna carta” dirigida ao presidente e à Assembleia da republicando pedindo a demissão do ministro.

A greve foi convocada para pedir melhores salários e condições de serviço e ainda o pagamento de subsídios em atraso.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG