Links de Acesso

Polícia angolana detém 4 professores em Malanje

  • Isaías Soares

Secretário-geral provincial do Sinprof em Malanje, Graça Manuel

Três professores e uma professora foram detidos hoje de manhã em Malanje por efectivos da Polícia Nacional quando participavam de uma manifestação espontânea de apoio a uma greve geral no sector da Educação em Angola.

Os agentes policiais interceptaram seis docentes, dois dos quais foram libertados no local.

As várias dezenas de professores viram terminada a manifestação por algumas ruas da cidade com a presença policial quando se encontravam nas imediações do centro de Produção da Televisão Pública de Angola local.

Os manifestantes gritavam “greve em Angola” e demissão do ministro da Educação, Pinda Simão.

O secretário-geral provincial do Sindicato Nacional de Professores em Malanje, que orientou uma assembleia-geral da classe confirmou a detenção e a libertação dos seus filiados.

“Em função desta actividade os colegas professores saíram à rua em direcção a diversos pontos da cidade, isto para aferir aos locais de residência onde foram interpelados pela polícia, levando para o Comando Municipal quatro professores, dos quais uma professora”, disse, justificando a libertação dos docentes depois da sua intervenção.

O secretário-geral provincial do Sinprof em Malanje, Graça Manuel reuniu hoje em assembleia-geral centenas de docentes na escola primária Nº 74, Comandante Dangereux, onde apresentou o resultado das negociações entre os sindicatos do sector e o Ministério da Educação.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG