Links de Acesso

Novo governador de Malanje promete programa dentro de 100 dias

  • Isaías Soares

 Norberto Fernando dos Santos

Norberto Fernando dos Santos

"Kwata Kanawa" diz que quer dialogar com autorides e todos os partidos antes de apresentar linhas de governação

O novo governador de Malanje apelou a todos os residentes da província para se unirem na causa do desenvolvimento.



O novo governador da província de Malanje, Norberto Fernando dos Santos apresentando esta quarta-feira as entidades e populares desta capital recebe uma circunscrição com muitos desafios para enfrentar e vantagens para melhorar as condições sociais das populações.

Norberto dos Santos “Kawata Kanawa” disse que vai iniciar um diálogo de 100 dias para auscultar a realidade da província e apresentar o seu programa para o próximo ano.

“Vamos trabalhar e após 100 dias, prometo à população de Malanje que virei a público para comunicar o que encontrei e mostrar o programa para 2013,” disse o novo governador.

“Eeste trabalho vai fazer com que todos aqueles que pertencem ao Governo Provincial, os senhores administradores municipais e comunais e, também os partido políticos e as entidades e autoridades tradicionais possam contar com a minha colaboração”, disse Kawata Kanawa.

O ministro da Administração do Território, Bornito Baltazar Diogo de Sousa que apresentou o novo o novo governador na semana passada disse haver problemas mas que Malanje é província de grandes potencialidades.

“Herda uma província onde existem ainda alguns desafios mas há muitas vantagens, há muito trabalho já desenvolvido, mas creio que há uma grande ansiedade no sentido de que se resolvam algumas questões que ficaram pendentes”, disse o ministro.

O governante lembrou que “o grande potencial que a província tem é de ser um importante centro logístico, está num cruzamento de redes de estradas, às que ligam Luanda ao interior do continente e as que ligam Kinshasa a Joanesburgo no sentido Norte/Sul.

Fez notar que “temos o Caminho-de-Ferro de Luanda (CFL), um bom aeroporto que eventualmente numa perspectiva de médio e longo prazo de pensar-se ainda num aeroporto mesmo de entradas internacionais”.

As áreas do ensino de base, médio, técnico-profissional e do ensino superior deverão ser igualmente potenciados, segundo o ministro da Administração do Território, que reafirmou os objectivos do novo governo da República de Angola, “trabalhar no sentido de melhorar significativamente as condições de vida das populações e das famílias”.


O governador cessante, Boaventura da Silva Cardoso disse que apesar dos diversos constrangimentos de ordem objectiva e subjectiva, nos últimos quatro anos a província registou algum progresso fruto do esforço de todos.

“Os indicadores económicos e sociais da província reflectem esse crescimento, destacando-se os domínios das infra-estruturas ligadas aos sectores da educação, energia e águas, da saúde, habitação social, vias de acesso, etc”, clarificou, recordando “que tem permitido uma melhor funcionalidade dos vários serviços e, consequentemente, com reflexos na qualidade de vida da população”.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG