Links de Acesso

MPLA e UNITA em disputa sobre deserções no Kwanza Sul

  • Fernando Caetano

Governador do Kwanza Sul

Governador do Kwanza Sul

No passado fim-de-semana, o MPLA anunciou que, no Kwanza Sul, mais de três mil membros da UNITA tinham abandonado este partido para se juntarem às suas fileiras.

O MPLA diz que no Waku Kungo ingressaram mais de 600 militantes, ao passo que na Menga, em Cassongue, foram mais de 2.500 militantes que renunciaram ao partido do Galo Negro.

Eusébio Teixeira, governador da província, participou num encontro em que entregou aos recém ingressados no MPLA motorizadas, cadeiras de roda, geleiras, geradores, televisores, rádios, charruas, juntas de bois, catanas, enxadas, entre outros.

O representante da UNITA na província, Raul Teixeira, disse que os números fornecidos pelo MPLA não fazem sentido.

Ele acusou o MPLA de estar a utilizar política falaciosa para convencer militantes e ex-militares da UNITA a irem trabalhar para as fazendas de generais em troca de míseros salários.

XS
SM
MD
LG