Links de Acesso

Angola Fala Só - Vladimir Russo: "Conceito de taxa de lixo é justo"

  • Redacção VOA

Vladimir Russo, Ambientalista, Presidente da Fundação Kissama e membro da Juventude Ecológica

Vladimir Russo, Ambientalista, Presidente da Fundação Kissama e membro da Juventude Ecológica

O ambientalista disse que a recolha de lixo é “um serviço prestado pelo estado como a água e a energia”.

O conceito de uma taxa de recolha de lixo é justo, disse o ambientalista Vladimir Russo presidente da Fundação Kissama e um dos dirigentes da Juventude Ecológica de Angola.

Russo falava no programa Angola Fala Só em que o principal tema em discussão foi o problema de acumulação e recolha de lixo.

O ambientalista disse que a recolha de lixo é “um serviço prestado pelo estado como a água e a energia”.

“Não estamos a falar do valor da taxa mas sim o conceito do pagamento da taxa que vai permitir que haja um melhor tratamento e recolha dos resíduos produzidos pela população”, disse.

“Por outro lado isso vai também permitir que o cidadão possa reclamar sobre o serviço que vai ser prestado”, acrescentou.

Vladimir Russo lamentou o facto de não haver “uma educação contínua” sobre a necessidade da população não contribuir para o agravamento do problema.

“É importante ver que somos um país a crescer em termos de população e que esse processo de educação deverá ser algo de contínuo a acontecer sempre”, acrescentou par ano entanto frisar que não se pode culpar os cidadãos pela sua falta de cuidado em lidar com o lixo

O ambientalista disse que “não havendo processos contínuos e havendo como nos últimos dois anos uma degradação da situação” a imagem com que se pode ficar é que isso é culpa do cidadãos mas isso, disse, é “parte do problema”.

Vladimir Russo fez notar que em Luanda o orçamento da recolho de lixo foi reduzido de 30 milhões de dólares para 10 milhões, uma redução “drástica”

O ambientalista lamentou o facto dos resíduos “serem tratados como lixo e não como matéria prima”, não havendo quaisquer opções de reciclagem que podem criar empregos e reduzir o lixo nas cidades.

O agravamento da situação da recolha de lixo agrava também o escoamento das águas das chuvas pois o lixo entope tarjetas e esgotos, disse.

Já abordando o trabalho da fundação Kissama na proteção da Palanca Negra Gigante que, segundo disse “está e sempre estará em risco de extinção” havendo agora aproxidamente 100 animais dessa espécie em duas reservas angolanas quando “nos tempos áureos” chegou a aa atingir 2.000.

“Se isso era já uma população ameaçada agora é uma população criticamente ameaçada”, disse

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG