Links de Acesso

Kalupeteca transferido para lugar incerto

  • Redacção VOA

José Julino Kalupeteca

José Julino Kalupeteca

Família não tem nenhuma informação sobre o paradeiro do líder da seita A Luz do Mundo.

O líder da seita religiosa angolana A Luz do Mundo, José Julino Kalupeteka, a cumprir uma pena de prisão de 28 anos no Huambo foi transferido na madrugada desta sexta-feira, 6, para lugar incerto.

Em conversa com a VOA, o filho Elias Kalupeteca disse que quando se deslocou nesta manhã à prisão para levar comida ao pai, como tem feito diariamente, foi informado de que tinha sido transferido.

No entanto, não teve qualquer informação da cadeia sobre o destino do pai.

Elias Kalupeteca visitou seguidores da seita que também cumprem penas de prisão junto com o pai e que lhe disseram que José Julino Kalupeteca tinha sido levado da prisão esta madrugada, mas que também desconheciam o paradeiro dele.

As autoridades prisionais não informaram a família da sua intenção de transferir Kalupeteca que, segundo o filho, estava bem de saúde.

O líder de A Luz do Mundo foi condenado a 5 de Abril por homícidio qualificado, autoria moral do massacre no monte Sumi e uso da força contra a autoridade.

Os seguidores de Kalupeteca, Filipe Zacarias e Nunda, foram condenados a 16 anos de prisão e os demais sete a 27 anos de prisão.

O advogado de defesa David Mendes recorreu da decisão para o Tribunal Supremo.

José Julino Kalupeteca e seguidores foram presos a 16 de Abril de 2015 na sequência de confrontos entre a polícia e seus seguidores, dos quais resultaram a morte de nove policias e 13 civis, de acordo com as autoridades.

Entretanto, os partidos da oposição e activistas disseram que houve centenas de mortos e o Governo de Angola recusou o pedido de uma investigação independene solicitada pelas Nações Unidas.

XS
SM
MD
LG