Links de Acesso

Prisão juvenil construída em Malanje não funciona por falta de água e electricidade.

  • Isaías Soares

António Fortunato

António Fortunato

Cerca de 40 por cento dos presos em Angola têm menos de 21 anos de idade.

O director-geral dos Serviços Penitenciários, António Fortunato, revelou que cerca de 40 por por cento da população penal em Angola tem entre 16 e 21 anos de idade.

A situação é ainda mais difícil quando as condições dos estabelecimentos prisionais são deficientes ou mesmo insuficientes para albergar os detidos.

A cadeia para menores construída no perímetro do Estabelecimento Prisional da Damba não pode entrar em funcionamento devido a problemas com o fornecimento de água e electricidade.

A situação foi confirmada pelo director-geral dos Serviços Penitenciários, comissário prisional principal António Fortunato, em Malanje, que disse ser necessário encontrar soluções que “não sejam paliativas”.

Entre outras aspectos, Fortunato afirmou que “é sempre necessária energia eléctrica para que haja uma vida prisional normal" e reiterou que a unidade carece igualmente de água.

A construção da unidade prisional para menores terminou em Novembro de 2015.

Com capacidade de albergar 514 reclusos, a cadeia tem uma área de formação e recreação.

XS
SM
MD
LG