Links de Acesso

Governo angolano exorta criadores de gado a fazerem uso de linhas de crédito

  • Teodoro Albano

Inaugurada feira agro-pecuária da Huíla com apelos a maior apoio aos criadores de gado.

O ministro da Agricultura de Angola Afonso Pedro Kanga exortou os criadores de gado a fazerem uso de linhas de crédito aprovadas pelo Governo.

Ao falar na 12ª edição da feira agro-pecuária da Huíla, Kanga recordou que o presidente José Eduardo dos Santos tinha aprovado “linhas de créditos específicas para o sector agro-pecuário que estão à disposição dos bancos comerciais”.

Agora, "compete aos empresários organizarem os seus projectos e cumprirem os critérios de acesso a essas linhas”, acrescentou.

No fim de semana, o presidente da Cooperativa dos Criadores de Gado do Sul de Angola pediu a garantia de apoio do Executivoque vão desde a abertura de linhas de créditos ao tratamento de doenças que afectam o gado e a velha solicitação da construção de um matadouro regional.

Luís Nunes fez notar a importância das autoridades darem “mais apoio aos criadores de gado tradicionais que detêm 90 por cento do rebanho de gado do país”.

O gado exposto na feira agro-pecuária é todo de produção nacional.

O governador da província do Cuando-Cubango, Higino Carneiro, vê este factor um incentivo para o executivo continuar a apostar no sector.

“Estamos em presença de animais produzidos somente em Angola, já não vêm da Namíbia ou do Botswana, isso é bom, estimula e grangeia a simpatia do Executivo e faz com que este também se coloque à disposição do sector agro-pecuário para que que ele possa crescer cada vez”, disse.

Para o ministro da Economia Abraão Gourgel, a evolução da feira agro-pecuária demonstra o empenho dos empresários do sector na produção nacional.

A feira agro-pecuária termina no próximo domingo.

XS
SM
MD
LG