Links de Acesso

Angola Fala Só: Bilhete de Identidade de Walter Cristóvão


Walter Cristóvão - Jornalista - Angola

Walter Cristóvão - Jornalista - Angola

O jornalismo é uma via de educação e também uma bandeja que serve interesses (...)

Walter Cristóvão, ex-director de informação da Rádio Ecclesia, é o convidado desta Sexta-feira, 13 de Fevereiro, no Angola Fala Só. Apesar de ser um dia temido por muitos por ser considerado dia de azar, Walter Cristóvão não se deixa intimidar por superstições, mas confessa acreditar que bons pensamentos trazem coisas boas. Nascido e criado numa família humilde que teve participação activa no início da luta armada, espera descobrir a história que a família não partilha sobre a luta pela independência.

Nome: Walter Cristóvão

Data de Nascimento: 7 de Maio 1974

Local de Nascimento: Luanda

Estado civil: Solteiro

Filhos: 3

Profissão: Jornalista

Formação: Jornalismo - Instituto Médio de Economia de Luanda; 3º ano do curso de Comunicação Social da Faculdade de Letras na Universidade Agostinho Neto; a frequentar o curso de Língua Portuguesa na Universidade Técnica de Angola - UTANGA.

Destino em Angola: Huambo, pelo clima e calmia

Lema de vida: Querer é poder - Eu quero, eu posso, eu venço

Curiosidades: Não é supersticioso, mas é daquelas pessoas que pensava positivo para que as coisas corram bem; tem uma espécie de mania - não desliga o rádio ou a televisão enquanto a ideia do locutor não estiver concluída

Hobbies: Leitura e vício pela investigação (especialmente factos históricos)

Último livro que leu: "Heroínas de Angola", de Libânia Jimenez Rodriguez

Música: Roberto Carlos, André Mingas e Ruy Mingas​

Prémios: Todos na área da cultura como autor de textos dramáticos - Prémio Cidade de Luanda, categoria Teatro; dois prémios nacionais de Teatro; um prémio internacional de Teatro entre outros.

Jornalismo em Angola... é uma via de educação, de sensibilização e também uma bandeja que serve interesses

Redes Sociais: É contra a ideia de seguidores. Usa o Facebook como ferramenta de trabalho.

Onde estava 11 de Novembro de 1975?
Ainda era um bebé e durante muito tempo os meus pais recusavam-se a falar disso quando eu questionava. Descobri há pouco tempo que tive uma parte da família que foi dizimada - eram mlitares, morreram lutando contra a ocupação colonial.

Facebook: Walter Cristovao

XS
SM
MD
LG