Links de Acesso

Angola Fala Só: Bilhete de Identidade de Anastácio Finda


Anastácio Finda, político, jurista Angola

Anastácio Finda, político, jurista Angola

Qualquer Estado de um país é uma pessoa de bem. Em Angola há interesse em melhorar a situação dos direitos humanos.

Nesta Sexta-feira, 21 de Agosto o Angola Fala Só tem como convidado Anastácio Finda, político, jurista, membro do Conselho Político da Oposição, que acredita que em Angola a situação de Direitos Humanos tem melhorado bastante.

Nome: Anastácio Finda

Data de Nascimento: 8 Julho 1965

Local de Nascimento: Bairro Nelito Soares - Luanda

Estado civil: União de Facto

Filhos: 5

Profissão: Professor de Língua Portuguesa, advogado estagiário e assessor jurídico

Formação: Licenciatura em Ciências da Educação - Linguística Portuguesa pela Universidade Agostinho Neto; Licenciatura em Direito pela Universidade Autónoma de Lisboa; Mestrando em Ciências Juridico-Políticas.

Destino em Angola: Gosta de todas as províncias

Lema de vida: Questionar tudo para melhor conhecer a si mesmo e aos outros

Curiosidades: Crê em Deus porque o mundo gravita em alguma coisa e essa coisa é Deus

Hobbies: Exercício físico e leitura de carácter político

A ler: "O Príncipe"

Música: Gosta de qualquer tipo de música desde que soe bem aos ouvidos e não perturbe a mente.

A política em Angola... encontra-se neste momento num estado de evolução, tendo em conta as várias fases vividas no país: de 1975 a 1991 tínhamos regime monopartidário; de 1992 a 2002 viveu-se o intenso momento de guerra e de 2002 até aos dias de hoje vivemos paz
Quando há guerra não são respeitados os valores, os direitos humanos. O que podemos ver é uma boa evolução em que já se vê maior respeito, em relação ao passado há grandes melhorias. O que vai acontecendo de mal em Angola são incidentes porque não é fácil desarmar algumas mentes. Eu acredito que qualquer Estado é uma pessoa de bem.
Mesmo na Europa ou na América, onde a democracia impera também se dão episódios de violação de direitos do Homem.
Em Angola há interesse em melhorar a situação dos direitos humanos.


Onde estava 11 de Novembro de 1975?
Nesse ano frequentava formações de carácter político dadas pelo MPLA, em Luanda. Mas em Novembro estava no Uíge, no município da Damba, acompanhando o meu pai, que era repórter fotográfico do MPLA.
Notava-se muita alegria nos rostos das pessoas. Havia tiros de celebração, mas também havia tristeza porque estávamos num ambiente de guerra.

XS
SM
MD
LG