Links de Acesso

"Angola está à beira do colapso", denuncia Abel Chivukuvuku

  • Manuel José

Abel Chivukuvuku

Abel Chivukuvuku

Líder da Casa-CE revela estratégia de dirigentes do regime de levar dinheiro para o exterior.

O presidente da Casa-CE Abel Chivukuvuku disse nesta terça-feira em Luanda que o país pode estar à beira de um colapso financeiro e pediu ao Presidente da República para agir com sensibilidade e patriotismo no sentido de evitar que tal venha a acontecer.

Em conferência de imprensa, Chivukuvuku responsabilizou a falta de visão de José Eduardo dos Santos que, nos últimos 10 anos, não desenvolveu acções adequadas e essenciais para transformação da estrutura da economia nacional.

"O país está a apresentar sinais de eminente colapso financeiro com pagamentos atrasados de despesas de instituições vitais do Estado, atrasos nos pagamentos de salários da função pública e descuido total dos antigos combatentes das Fapla, Elna e das Fala", disse o líder da coligação, lembrando que o aumento do índice de pobreza em Angola é evidente.

"O impacto negativo da crise financeira na vida de milhões de cidadãos tem como resultados a subida vertiginosa dos preços dos produtos básicos, o aumento da pobreza e o desmoronar da nascente classe média angolana", afirmou Chivukuvuku, para quem “tudo isto ocorre num país com várias reservas e fundos financeiros que asseguravam o futuro, tais como a reserva do Tesouro do Estado, o Fundo Soberano do Estado e a reserva estratégica para infraestruturas de base"

Chivukuvuku denuncia uma eventual medida a ser implementada pelo Executivo sobre as contas em moeda estrangeira que pode abalar ainda mais a já frágil situação económica dos cidadãos.

Aquele líder partidário acusa mesmo que, a acontecer, a medida estratégica irá ocorrer depois de muitos dignatários do regime terem transferido para o exterior os seus recursos em moeda estrangeira".

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG