Links de Acesso

Hegemonia do MPLA continua a impedir competição política, dizem analistas

  • Arão Ndipa

A "Voz da América" auscultou as opiniões dos analistas Félix Miranda e Alberto Bula acerca dos resultados das eleições em Angola.

A vitória expressiva do MPLA nas eleições da semana passada, está a levantar receios e preocupações nalguns sectores que questionam a abrangência do programa de governação do regime no poder.
Para nos falar sobre o assunto, ouvimos o jornalista Félix Miranda e o politólogo, Alberto Bula.
Para os nossos entrevistados, o MPLA não explicou de forma convincente aos angolanos o fracasso das promessas feitas nas eleições de 2008.
De acordo com Félix Miranda, repetiu-se o que sucedeu em 1991/1992 quando “ a expectativa do povo foi defraudada”.
Para aquele jornalista, em Angola não há ainda uma função pública despida de partidarismo e é patente a falta de honestidade e de transparência dos dirigentes.


Quanto a Alberto Bula, a maioria do MPLA vai reflectir-se de um modo negativo no desempenho do parlamento angolano. Com uma maioria de mais de dois terços, disse Bula, o MPLA poderá continuar a aprovar apenas as suas leis.
Para aquele analista o país não poderá ganhar enquanto não houver competição política entre os deputados. “ As ideias da oposição nunca poderão passar no parlamento hegemónico do MPLA”, disse ainda Alberto Bula.
Ouça na íntegra a mesa-redonda moderada pelo Arão Ndipa.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG