Links de Acesso

Malanje: UNITA acusa CNE de manipular listas de eleitores

  • Isaías Soares

Voto certo. Governador Baventura Cardoso vota em Malanje

Voto certo. Governador Baventura Cardoso vota em Malanje

Eleitores foram colocados em listas de outras provincias, diz o partido.

A UNITA disse que problemas criados pela Comissão Nacional Eleitoral, CNE, são responsáveis pelos maus resultados obtidos pelo partido na província de Malanje.



Resultados eleitorais indicam que o MPLA obteve uma vitória esmagadora nessa província com quase 90% dos votos.

Os últimos resultados indicavam com efeito que o MPLA tinha 87, 33 por cento, referentes a 163 mil 153 votos

A Unita ocupa o segundo lugar com 11 mil 95 votos correspondentes a 5, 93 porcento, números que deixam insatisfeito o secretário provincial daquele partido na região, António Pedro Magalhães.

O responsável do Galo Negro disse que para além do não credenciamento de muitos delegados de listas pela Comissão Provincial Eleitoral de Malanje, a colocação de eleitores de Malanje em listas noutras cidades contribuiu para os maus resultados.

“A realidade é esta: há eleitores que actualizaram o seu registo em Malanje os dados saíram no Bié, saíram em Luanda”, justificou.

CASA-CE com seis mil 588 correspondendo a 3, 52 porcento está em terceiro lugar, que a priori venha a substituir o lugar do Partido de Renovação Social (PRS), neste momento com dois mil 698 votos, que correspondem a 1,44 por cento.

Alguns cidadãos em Malanje manfiestaram seticismo quanto ao cumprimento da spromessas feitas pelo MPLA.
Para Wilson Constantino, “há promessas que se fazem e não se cumprem e gostaria tanto que essa promessa que se fizeram sejam cumpridas”.
“A província de Malanje é uma província que está muito mal, está muito esquecida pelo partido, oxalá que muda tudo desta vez”, acrescentou.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG