Links de Acesso

EUA e Angola querem aprofundar relações

  • Coque Mukuta

Christopher McMullen

Christopher McMullen

Os Estados Unidos e Angola manifestaram a vontade de intensificar e alargar as suas relações mútuas.




A vontade foi expressa por diplomatas dos dois países numa cerimónia para assinalar o vigésimo aniversário das relações entre os dois países.

O embaixador dos Estados Unidos da América, Christopher McMullen disse que o seu país està a investir “nas áreas de negócios e também nos laços entre os povos”.

“Nós temos um record de jovens que estudam nos Estados Unidos e já temos mais de treze companhias a trabalharem em Angola na área dos petróleos,” disse o embaixador.

“Eu acho que vamos refletir e aprofundar mais as nossas relações" disse.
Para o diplomata, Angola, como a maioria dos países de África, tem uma população jovem e um vasto potencial.

Na ocasão o Ministro angolano das Relações Exteriores, em exercício, Manuel Augusto, disse que com os Estado Unidos angola quer manter e melhorar as relações que duram há 20 anos.

"Com os Estados Unidos nós queremos manter e melhorar onde for possível, as excelentes relações que temos, relações politicas, económicas e sociais," disse
Na cerimónia a Embaixada dos Estados Unidos da América em Angola distinguiu o primeiro diplomata angolano naquele país, José Patrício, e dos EUA em Angola, Edmund Dejarnett, bem como o general António França Ndalu, pelo contributo no fortalecimento das relações entre os dois países.
XS
SM
MD
LG