Links de Acesso

Angola e Congo traçam fronteiras em Cabinda

  • José Manuel

As autoridades de Angola e do Congo iniciaram as actividades de verificação dos marcos fronteiriços terrestres e fluviais entre os dois países.

A reunião, na qual participaram representantes diplomáticos, autoridades tradicionais e peritos dos dois países, analisou as regiões limítrofes de Cabinda, Dolozi e Ponta.

A governadora de Cabinda, Aldina Matilde da Lomba Catembo, disse que o encontro foi para as autoridades angolanas uma ocasião para relançar as relações de amizade e cooperação e de promoção da paz entre os dois povos.

A pressão para já está do lado das autoridades angolanas.

Recorrendo a documentos históricos, o Governo congolês defende os limites das suas fronteiras a partir dos elementos obtidos nas demarcações produzidas nas regiões da África ocidental, uma posição inconveniente para Angola.

Por esta razão,as autoridades congolesas manifestaram a sua satisfação, porque o trabalho vai permitir clarificar as imprecisões ainda existentes, como disse o inspector-Geral do Ministério do Interior e Descentralização do Congo, Charles Ngafumu.

XS
SM
MD
LG