Links de Acesso

Angola: Bloco Democrático pede libertação de sindicalistas da EPAL

  • Redacção VOA

Bloco Democrático de Angola

Bloco Democrático de Angola

Partido diz que cidadãos devem fazer uso de redes sociais e outros meios para divulgar notícias

O Bloco Democrático exigiu a libertação imediata de três sindicalistas da Empresa Pública de Agias de Luanda, EPAL.

Os sindicalistas foram presos na sequencia de uma greve decretada na empresa e o sindicato disse que não haverá regresso ao trabalho até os sindicalistas serem libertados.

Numa declaração o Bloco Democrático disse os trabalhadores tinham agido de acordo com a lei e a constituição da República de Angola, onde o direito à greve é um direito inalienável da classe trabalhadora Angolana.

O partido disse que segundo informações dos sindicalistas todo o processo foi realizado dentro do legalmente estipulado, pelo que não se compreende a violação dos direitos dos trabalhadores.

O Bloco apelou “aos trabalhadores sindicalizados e aos trabalhadores não sindicalizados, aos do sector formal e aos do sector informal para que se organizem amplamente em movimentos de defesa dos seus direitos, se associando a outras organizações de direitos humanos e associações de defesa das causas dos Angolanos, de forma apartidária por forma a que haja uma real defesa dos direitos dos trabalhadores Angolanos”.

Apelou também aos trabalharem para criarem “meios de comunicação e divulgação das suas causas para a sociedade saber o que se passa”, como por exemplo blogs, facebook e redes sociais

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG