Links de Acesso

Angola: Autoridades devem declarar a morte de activistas desaparecidos, dizem as mães

  • Coque Mukuta

 Madalena Digo Massoxi mãe de Isaías Cassule (Foto Coque Mukuta)

Madalena Digo Massoxi mãe de Isaías Cassule (Foto Coque Mukuta)

Polícia interroga activista do Bolco Democràtico em investigações sobre Isaías Cassule e Alves Kamolingue

As mães de dois activistas desaparecidos há 15 meses pedem ao executivo angolano que declarem oficialmente a morte dos seus filhos.

Em declarações à Voz da América, carregadas de emocao, uma das mães apelou ao Presidente Eduardo dos Santos para intervir no assunto.




Isto ao mesmo tempo que a polícia diz continuar a investigar o desaparecimento. Nesse sentido m activista cívico e Secretário Nacional para Informação e Comunicação do Bloco Democrático, BD, Adão Ramos, respondeu quarta-feira no Departamento de Crimes Pessoais da DNIC, questões relacionadas as investigações do processo do desaparecimento dos dois activistas Alves Kamolingue e de Isaías Cassule em que se encontra detido o jovem Alberto dos Santos. Santos, está preso a mais de 4 meses, como suspeito pelo desaparecimento dos dois activistas.

As progenitoras de Alves Kamolingue e de Isaías Cassule dois activistas desaparecidos em Maio de 2012, dizem esperar pelo anúncio oficial das autoridades angolanas para celebrarem os óbitos dos seus filhos.

Nomeia da Silva mãe de Alves Kamolingue diz que continuam á espera do anúncio oficial das autoridades para realizarem o óbito dos dois activistas.

Madalena Diogo Massoxi mãe de Isaías Cassule diz acreditar já na morte dos dois jovens pelo tempo que duram as investigações policiais.

“Eu já não acredito que o Isaías esteja vivo, já não!” clamou.

A Voz da América sabe ainda que foi convocada para o próximo dia 19 uma manifestação para pedir explicações do desaparecimento de Isaías Cassule e Alves Kamulingue.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG