Links de Acesso

Angola: Sem crédito camponeses vão continuar na subsistência, avisa director da UNACA

  • Isaías Soares

Com enxada não se vai longe, diz Inácio Manuel.

O dirigente da Confederação das Associações de Camponeses e Cooperativas Agropecuária de Angola (UNACA), Inácio Manuel, avisou que os camponeses precisam de apoio para poderem passar da subsistência à produção de excedentes.

“Com enxada o camponês não vai longe, o que nós precisamos, o grande apoio que o Governo deve dar é direccionar a agricultura para a agricultura mecanizada porque sem agricultura mecanizada o camponês não vai longe, vai continuar sempre na subsistência”, disse Manuel.

Um dos problemas que os agricultores enfrentam à a falta de créditos bancários para poderem investir em processos que levem ao aumento da produção.

Em Malanje os filiados da UNAC que participaram na campanha agrícola 2015-2016 não beneficiaram contudo de qualquer crédito agrícola

Inácio Manuel defende que só haverá aumento da produção agrícola com a preparação mecanizada das terras.

“Falava-se de micro-crédito para as associações de camponeses e cooperativas até agora nenhuma associação, nenhuma associação que eu saiba, nenhuma cooperativa recebeu esse crédito”, lamentou, mas garantiu que “os camponeses não pararam, estão a produzir mas por vontade própria”.

XS
SM
MD
LG