Links de Acesso

Adiada sentença de activistas das Lundas

  • Redacção VOA

Decisão do tribunal será pronunciada a 20 de Dezembro

O Tribunal Provincial de Luanda adiou para 20 de Dezembro o seu veredicto sobre 10 activistas do Movimento do Protectorado das Lundas.

Os 10 activistas foram ouvidos no passado dia 14 acusados de crimes contra a segurança do estado. Inicialmente haviam sido acusados de organizarem manifestações contra o governo.

O líder de uma das facções daquele movimento, José Mateus Zecamutchima descreveu a acusação como “um processo deturpado e forjado pela DPIC/SINSE/SINFO/SIS do regime do Presidente José Eduardo dos Santos”.

Os 10 acusados são Domingos Manuel Muatoyo, Alberto Cabaza, Luís Muacassange, Chipalangana, Zola Lunga Umue, Adelino Augusto, Ferraz Xaluquele, André Passa, Bonifácio e João Mutunda.

Todos aguardam a decisão em liberdade.

Recentemente o governo libertou outros quatro activistas que estavam presos numa cadeia na Lunda Norte onde cumpriram penas por crimes contra a segurança do estado.

Um deles já tinha cumprido a sua pena mas os outros três ainda não tinham completado o termo das suas condenações

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG