Links de Acesso

Angola: Activista diz que foi assediado e ameaçado pela polícia

  • Redacção VOA

"Open Society" preocupada com o uso do seu nome para enganar o jovem

A organização de direitos humanos Open Society-Angola alertou que indivíduos que se pensa estarem ligado aos serviços de segurança do estado angolano, SISE, se têm estado a fazer passar por funcionários da organização com o objectivo de assediarem e intimidarem activistas.

Um incidente no Cacuaco envolveu Albano Kapinala que tem estado activo com o chamado movimento dos jovens revolucionários que no passado organizou manifestações anti governamentais.

Kapinala disse que foi contactado por dois indivíduos que com ele se encontraram e que se fizeram passar por membros daquela organização dizendo que queriam com ele discutir um pedido de bolsa de estudo que ele fez através da mesma.




Na verdade os indivíduos identificaram-se mais tarde como sendo membros do SISE oferecendo dinheiro bolsas de estudo e casa para ele se tornar num informador das autoridades.

Kapinala recusou e desde então tem recebido ameaças de morte.

Felizardo Epalanga da Open Society Angola comentou também o caso á Voz da América

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG