Links de Acesso

Angola: Jovens voluntários empenhados no combate ao HIV

  • Esperança Gaspar

A SCARJOV é um movimento solidário que procura reintegrar jovens e crianças na vida social.

A SCARJOV é um movimento solidário que procura reintegrar jovens e crianças na vida social.

A SCARJOV é um movimento solidário que procura reintegrar jovens e crianças na vida social

Voluntariado activo

O combate ao HIV sida tem sido um dos grandes desafios em Angola. A nível nacional, existem diferentes instituições não governamentais que lutam para o combate à epidemia.
SCARJOV é uma das muitas organizacoes que aposta na educação sobre o HIV no contexto dos direitos humanos com vista a proteger os direitos da criança.Em particular, o êxito do trabalho depende de jovens voluntários.

A SCARJOV (Associação de Reintegração de Jovens e Crianças na Vida Social) é um movimento solidário que procura reintegrar jovens e crianças na vida social.Jovens e crianças com diferentes histórias de vida:uns foram excluídos no seio familiar por serem portadores de HIV;outros porque padeciam de tuberculose.

É a essas pessoas excluídas da sociedade que a SCARJOV decidiu abraçar e ajudar, disse Simão Cacumba secretario Geral do Movimento Solidário, em declarações à VOA.De acordo com Simão Cacumba, a falta de amor ao próximo por parte de alguns parece ter deixado de fazer parte das virtudes de muitos.

Segundo o secretário-geral da SCARJOV,como consequência da crise financeira,algumas portas fecharam-se.E,num mundo totalmente materialista, fica cada vez mais difícil levar avante o projecto de reintegração de jovens e crianças na vida social.

No campo da luta contra a SIDA, a SCARJOV notou que o número continua a crescer por falta de informação.Por isso pensou-se na criação de um boletim informativo que contém informações sobre prevenção do HIV.

E a falta de informação, por parte de alguns angolanos em matérias relacionadas ao HIV, também preocupa a directora-geral adjunta do Instituto Nacional de Luta contra a Sida.Lúcia Furtado acredita que o índice de analfabetismo tem sido uma das principais causas do aumento do HIV no país.

<!--IMAGE-RIGHT--

XS
SM
MD
LG