Links de Acesso

"O Fantástico na Prosa Angolana"

  • Pedro Dias

"O Fantástico na Prosa Angolana"

"O Fantástico na Prosa Angolana"

Com 382 páginas, o livro reúne textos de mais de quarenta escritores que trazem histórias escritas desde a época colonial até ao pós-independência

"O Fantástico na Prosa Angolana” é o título da mais recente obra literária do escritor angolano Fragata de Morais, lançada no 3 de Agosto, durante uma sessão que teve lugar na União dos Escritores Angolanos (UEA), em Luanda, uma sessão promovida pela editora Mayamba.

Com trezentas e 82 páginas, o livro reúne textos de mais de quarenta escritores que trazem histórias escritas desde a época colonial até ao pós-independência. Os textos abordam o fantástico, as questões ocultas, o feitiço, bem como aspectos centrados na oralidade africana.

Fragata de Morais nasceu no Uíge a 16 de Novembro de 1941. Fez estudos de teatro na Universidade Internacional de Teatro, em Paris, e de cinema na Academia Holandesa de Cinema, em Amsterdão.

Além de colunista de vários jornais e revistas, tem várias obras publicadas por diversas editoras nacionais e estrangeiras, entre elas "Jindunguices", galardoada com o Prémio Sagrada Esperança, e "Inkuna Minha Terra", Menção Honrosa do Prémio Sonangol de Literatura.

Diplomata de carreira, ex-presidente da Comissão Directiva da União dos Escritores Angolanos e ex-vice-ministro da Educação e Cultura, Fragata de Morais dedica-se actualmente à política.

XS
SM
MD
LG