Links de Acesso

Liderança do ANC vai ser dirimida entre Zuma e Motlanthe


Vice-presidente sul-africano Kgalema Motlanthe

Vice-presidente sul-africano Kgalema Motlanthe

O líder escolhido para chefiar o ANC na conferência da próxima semana é o herdeiro aparente à presidência sul-africana em 2014.

A principal questão quando o partido no poder na África do Sul, o ANC, se prepara para efectuar uma conferência electiva é: quem será o próximo rei? O líder escolhido para chefiar o Congresso Nacional Africano na conferência da próxima semana é o herdeiro aparente à presidência sul-africana em 2014. Mas existem outros assuntos importantes a debater que determinarão o futuro da África do Sul.

A maior parte da conferência electiva do ANC vai ser à porta fechada, por isso os assuntos mais excitantes não sairão para fora de um grupo de elite de camaradas do partido. A conferência arranca domingo na cidade de Mangaung, também conhecida por Bloemfontein.

Mas saberemos ao menos o resultado de um acontecimento principal: uma luta de pesos pesados entre o presidente Jacob Zuma e o vice-presidente Kgalema Motlanthe para a chefia do ANC.

Motlanthe aceitou finalmente a nomeação na quinta-feira após semanas de indecisão pública.

Ao fazer isso, ele pode ter-se colocado numa posição de ou tudo ou nada: embora a poderosa organização provincial do ANC em Gauteng e a Liga da Juventude do partido o queira como presidente, outros, incluindo a Liga dos Veteranos, eliminaram-no da lista. Poderá terminar a lutar para manter o seu actual posto de vice-presidente da República.

O analista político Adam Habib suspeita que Zuma irá ganhar por KO sobre o professoral Motlanthe.

A porta-voz da Liga da Juventude, Khusela Sangoni-Khawe, disse que o partido tem outros prioridades, nomeadamente o programa de redistribuição de terras e a nacionalização de algumas operações mineiras.

O que quer que aconteça, os acontecimentos irão ocorrer sob a sombra do primeiro presidente sul-africano do ANC, Nelson Mandela, que estabeleceu para o ANC uma marca elevada impossível de ultrapassar. A sua presidência de um mandato é vista como o ouro padrão.

Apesar de se ter retirado da vida pública em 2004 e ter sido recentemente hospitalizado devido a uma infecção pulmonar, Mandela ainda domina os acontecimentos: Literalmente. Esta semana, Zuma descerrou uma estátua do ícone anti-apartheid em Bloemfontein.
XS
SM
MD
LG