Links de Acesso

ANASO quer apoio para continuar a lutar contra estigmas do SIDA em Angola

  • Redacção VOA

Rede Angolana das Organizações de Serviços de Sida aguarda reconhecimento do Governo como entidade de utilidade pública.

A Rede Angolana das Organizações de Serviços de SIDA (ANASO) manifesta o desejo de que em 2017 o Governo reconheça a organização como uma entidade de utilidade pública, por forma a continuar a ajudar a combater os estigmas e a discriminação e a reduzir as novas infecções por VIH e as mortes por SIDA.

O desejo foi expresso pelo secretário executivo da ANASO, António Coelho, em declarações à VOA.

Coelho sublinhou que só dando sustentabilidade a estes programas será possível fazer com que “as mães possam continuar vivas, as crianças saudáveis e que grupos vulneráveis sejam incluídos”.

O responsável associativo disse também esperar que as instituições do Estado cumpram as promessas de financiamento das diferentes realizações da ANASO e apoiem os agentes comunitários de saúde que trabalham um pouco por todo o país.

XS
SM
MD
LG