Links de Acesso

Anadarko vai avançar com os planos de produção de gás

  • Redacção VOA

Pesquisa de gás em Moçambique

Pesquisa de gás em Moçambique

A empresa americana de energia Anadarko vai avançar com o seu projecto de exportação de gás de Moçambique avaliado em 20 mil milhões de dólares.

O director da Anadarko em Moçambique, John Peffer, disse à Reuters que a empresa está empenhada em finalizar o plano de investimento o mais cedo possível, mas não adiantou nenhum cronograma.

Havia uma incerteza sobre a altura em que a Anadarko anunciaria o seu plano definitivo sobre o projecto de gás natural liquefeito (GNL), no norte de Moçambique, uma das maiores descobertas em uma década.

Outras empresas têm atrasado grandes projectos da área de petróleo e gás na sequência de uma queda acentuada dos preços. Houve especulações no início deste ano que a Anadarko poderia vender os seus activos em Moçambique.

Na entrevista à Reuters, Peffer disse que a decisão de investimento depende da aprovação pelo governo do plano do desenvolvimento. Retirar o projecto, disse Peffer, não era uma opção a ter em conta.

Após a submissão, por lei, o governo tem nove meses para aprovar o plano.

A Anadarko tem planos de fazer a primeira exportação de gás no final desta década.

Com este projecto, o Standard Bank estima que Moçambique, um dos países mais pobres do mundo, tem o potencial de se tornar o terceiro maior produtor de GNL do mundo, e adicionar 39 mil milhões de dólares à economia do país.

XS
SM
MD
LG