Links de Acesso

Americano e sul africano mortos no Iémen

  • Redacção VOA

Fotografo Luke Somers

Fotografo Luke Somers

Reféns foram mortos durante operação de resgate. Cidadão sul africano estava prestes a ser libertado

Um fotógrafo americano e um professor sul africano foram mortos durante uma tentativa de forças americanas e do Iémen de os salvarem dos seus raptores da al Qaida.

O secretario de defesa americano Chuck Hagel disse hoje que o fotógrafo Luke Somers e o professor Pierre Korkie foram assassinados pelos seus raptores do grupo Al Qaida na Península Árabe, durante uma operação levada a cabo por forças americanas e iemenitas. Os dois estavam em poder dos rebeldes há mais de um ano.

Hagel disse que vários terroristas foram mortos na operação que foi levada a cabo por existirem o que chamou de “fortes razões para acreditar que a vida de Somers estava em perigo iminente”.

O presidente Barack Obama condenou o que chamou de bárbaro assassinato de Somers por terroristas da al Qaida.

O presidente disse ter autorizada operação de resgate na sexta feira por Somers e outros reféns que pudessem estar na zona.

O governo sula fricano não emitiu qualquer comentário imediato à morte de Korkie mas a sua organização humanitária, Gift of Givers, disse que este foi morto um dia antes de ser libertado

Ainda hoje entidades oficiais iemenitas dissera que um avião não tripulado que se pensa ser americano matou nove militantes da al Qda na província de Shabwa no sul do pais

Entidades oficiais americanas confirmaram que comandos americanos tinham recentemente levado a cabo uma operação para tentar resgatar Sommers mas que esta não se encontrava a no local atacado.

XS
SM
MD
LG