Links de Acesso

Antigos trabalhadores angolanos voltam a sair à rua na Alemanha

  • Manuel José

Foto de Arquivo

Foto de Arquivo

A manifestação vai acontecer frente ao parlamento alemão em Berlim.

Os antigos trabalhadores angolanos na ex-República Democrática Alemã. que não recebem o seu salário há 24 anos, voltam a sair à rua esta quinta-feira, 2, em Berlim.

É a única forma que os operários angolanos encontraram para pressionar o Executivo angolano a pagar o que lhes deve.

A marcha realiza-se em Berlim, frente ao parlamento alemão.

O coordenador do núcleo de ex trabalhadores angolanos na Alemanha Miguel Cabango diz que um eventual encontro deve englobar todas as partes: "Para se chegar a um entendimento final é importante que, em negociações vindoura,s todas as partes estejam presentes: a advogada dos ex-trabalhadores, a direcção do senhor Samuel em Luanda e a direcção do senhor Cabango aqui na diáspora".

O núcleo de angolanos na Alemanha tentou dialogar com a embaixada angolana em Berlim, sem qualquer sucesso.

"Pedimos um encontro de esclarecimento à Embaixada de Angola, mas rejeitou alegando que nós faltamos respeito às entidades angolanas", diz Cabango que explica: "achamos que não existe maior falta de respeito do que o Governo não pagar o nosso dinheiro há 24 anos, isto sim é uma falta de respeito".

A meta dos antigos trabalhadores angolanos na diáspora, caso o problema não seja resolvido, é levar a sua insatisfação ao parlamento europeu na Bélgica.

"Estamos a criar uma comissão que se vai deslocar á Bélgica e Holanda para contactar as comunidades locais com vista a uma manifestação ainda sem uma data definida, diante do parlamento europeu em Bruxelas", conluiu.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG