Links de Acesso

Jurista Albano Pedro diz que activistas não são autores do "Governo de Salvação Nacional"

  • Coque Mukuta

Albano Pedro

Albano Pedro

Ele pretendia apenas lançar um debate sobre personalidades capazes de gerir o país.

O jurista Albano Pedro depôs nesta Segunda-feira, 8,como declarante na retomada do julgamento dos 17 activistas angolanos acusados de rebelião e de prepararem um golpe de Estado.

Pedro foi convocado por ter tido a iniciativa de publicar uma lista denominada de Governo de Salvação Nacional que o Ministério Público está a usar na acusação contra os activistas.

Albano Pedro disse à VOA que a ideia de lançar um debate nas redes sociais sobre individualidades que poderiam integrar um Governo de Salvação visava apenas saber se Angola tem ou não alternativas para governar o país.

“Foi-me colocada a questão qual era a minha intenção ao lançar o debate e eu disse que era fazer uma sondagem e saber até que ponto é que há políticos de referência e como se viu na lista apareceram pessoas idóneas, o que mim significou que o objectivo foi atingido”, explicou.

Pedro disse ter deixado claro ao tribunal que a lista não foi iniciativa dos 17 jovens que estão a ser julgados.

Apesar do feriado do Carnaval, o julgamento continua amanhã, segundo o juiz.

XS
SM
MD
LG