Links de Acesso

Agostinho Neto vai ter busto em Cabo Verde


Busto em Angola (Arquivo)

Busto em Angola (Arquivo)

A inauguração acontece a 22 de Junho.

O primeiro Presidente de Angola Agostinho Neto vai ter um busto na cidade de Ponta do Sol, na ilha cabo-verdiana de Santo Antão, em homenagem ao período em que, como deportado do Governo colonial, exerceu a medicina.

A iniciativa é da Fundação Dr. Agostinho Neto, de Angola, a Fundação Amílcar Cabral, de Cabo Verde, e as câmara municipais da Ribeira Grande, Paul e do Porto Novo e acontece no dia 22.

Várias personalidades estarão presentes na cerimónia, com destaque para Maria Eugénia Neto(viúva) e Pedro Pires, presidentes das duas fundações promotoras, bem como delegações dos dois Governos.

Além do busto, serão descerradas na mesma ocasião duas placas com dizeres evocativos dos consultórios de Agostinho Neto, uma na Enfermaria da Ponta do Sol, outra no antigo Posto Sanitário da Ribeira Grande, onde está agora a Delegacia de Saúde desse concelho.

Segundo o jornal cabo-verdiano A Semana, para a Fundação Agostinho Neto, esta doação à ilha de Santo Antão representa um gesto de reconhecimento pelos fortes laços de amizade e afecto que se estabeleceram entre o casal Neto e as gentes dessa ilha, particularmente as da Cidade de Ponta do Sol, onde Agostinho Neto teve a sua histórica permanência entre 1960 e 1961.

Neto foi deportado pelo regime colonial português para a ilha de Santo Antão.

Recorde-se que o antigo Presidente angolano deu nome também ao Hospital Central da capital e é tema de uma morna imortalizada pelo grupo Os Tubarões.

XS
SM
MD
LG