Links de Acesso

Agenda Africana: a campanha e o pós-eleições na Guiné-Bissau

  • Alvaro Ludgero Andrade

Guiné Bissau, Eleições 13 de Abril 2014

Guiné Bissau, Eleições 13 de Abril 2014

O novo Presidente da República e o primeiro-ministro têm de desenvolver o diálogo e uma visão de futuro para o país.

A Guiné-Bissau foi a votos no passado domingo, dois anos após o golpe militar de 12 de Abril que interrompeu as eleições em curso na altura.

O acto eleitoral de domingo foi acompanhado por 612 observadores de 13 organizações internacionais e países e teve a presença de mais de duas dezenas de jornalistas internacionais.

Na véspera das eleições, conversei com o analista e politólogo Rui Landim sobre a campanha e o que se pode esperar agora.

Comecei por pedir que me fizesse uma leitura da campanha eleitoral que, ao contrário de outras, não teve grandes eventos de massa, à excepção do dia de encerramento, nem muito marketing, tendo o merchandising limitado à distribuição de camisolas.
XS
SM
MD
LG