Links de Acesso

AFS - Maria da Encarnação Pimenta: "Governo não deve prometer o que não pode resolver"

  • Redacção VOA

AFS

AFS

No programa foram abordados diversos temas sociais como educação, delinquência, alcoolismo e a responsabilização dos pais, entre outros.


O governo não deve prometer o que não pode resolver, disse a professora, psicóloga e escritora angolana Maria da Encarnação Pimenta no programa Angola Fala Só.

Num animado programa com muitas trocas de opiniões com os ouvintes Pimenta disse que tal postura cria expectativas e ansiedades que podem servir para agravar ainda mais a situação,.

Psicóloga Maria Encarnação Pimenta

Psicóloga Maria Encarnação Pimenta

Autora de diversos livros sobre problemas sociais desde a criminalidade à educação, a psicóloga e professora universitária revelou que a juventude angolana está numa situação difícil.

Os jovens, disse ela, "são em grande parte filhos da guerra, uma geração que vive em paz mas que vive no meio dos enormes problemas causados pela destruição da guerra. São jovens que têm dificuldades em encontrar emprego e cujos estudos são ainda afectados pelas insuficiências causadas pelo longo conflito que Angola atravessou".

Durante o programa a psicóloga Pimenta abordou diversos problemas sociais com que Angola se debate

No que diz respeito à educação e em resposta a um ouvinte que falou sobre a educação fornecida há muitos anos atrás, Pimenta opinou que o governo deveria trabalhar mais com as igrejas.

“O governo deveria ouvir o aconselhamento das igrejas e a sua experiência no ensino, particularmente no que diz respeito à educação de base”, disse, defendendo ainda a entrega de maiores subsídios à educação ministrada pelas igrejas.

A professora lamentou, no entanto, que ensino das igrejas estivesse hoje “esvaziado” do seu conteúdo moral.

Um ouvinte que abordou o que consider ser o "papel nefasto sobre a juventude das telenovelas na televisão", ouviu a psicóloga apelar a um maior envolvimento dos pais no dia a dia dos seus filhos.

“Os pais estão a perder um pouco o seu papel na família e a dar lugar ao virtual,” disse, acrescentando que os pais “devem estar mais atentos” àquilo que os filhos vêm e fazem, mas “sem policiar”.

A este respeito a Maria da Encarnação Pimenta defendeu mais subsídios para a licença de maternidade dando assim mais oportunidade às mães de passarem tempo com os seus filhos.

Clique aqui para ter acesso ao arquivo do programa
XS
SM
MD
LG