Links de Acesso

Africa do Sul – Pistorius não culpado da morte da namorada

  • VOA Português

Oscar Pistorius

Oscar Pistorius

A juíza sul-africana considerou Oscar Pistorius não culpado de homicídio ou homicídio premeditado – as duas mais graves acusações que o atleta enfrentava no seu julgamento por ter morto a sua namorada Reeva Steenkamp

A juiza Thokozile Masipa disse há momentos durante a sua leitura da decisão do caso Pistorius, ser claro que o atleta quis usar a sua arma mas que isso não significava que tivesse a intenção de matar. E descreveu as provas relacionadas com premeditação de “puramente circunstanciais.”

O tribunal de Pretória interrompeu os trabalhos antes da juíza anunciar a sua decisão sobre homicídio culposo.

Caso seja considerado culpado desta acusação a sentença será conhecida mais tarde.

Os acusadores públicos sustentam que Pistorius tinham intenção de matar Steenkamp através da porta da casa de banho da sua residência, em Fevereiro do ano passado. Por seu lado o acusado afirmou ter pensado que estava a atirar sobre um intruso nocturno.

Os testemunhos do caso Pistorius foram apresentados durante 41 dias. A juíza disse que a modelo foi morta “em circunstâncias muito peculiares.” Acrescentou não ser possível concluir alguma coisa sobre o relacionamento entre o atleta e a modela na altura do incidente.

Sobre Pistorius pendem ainda acusações menores relacionadas com armas.

A juíza Masipa decide o caso com ajuda de dois assistentes legais visto que a Africa do Sul não tem julgamentos com jurados.

Masipa de 66 anos de idade é a segunda mulher negra a ser nomeada para um Tribunal superior e tem a fama de aplicar pesadas sentenças.

Pistorius com as suas pernas prostéticas de carbono foi o primeiro atleta amputado a competir nas Olimpíadas de 2012 em Londres.

XS
SM
MD
LG