Links de Acesso

Afonso Dlakhama diz que cessar-fogo pode ser assinado a qualquer momento

  • VOA Português

Afonso Dlakhama, presidente da Renamo

Afonso Dlakhama, presidente da Renamo

Para o líder da Renamo cabe ao Governo responder às propostas do seu partido sobre a constituição das forças armadas e de segurança.

Em Moçambique, o cessar-fogo pode ser assinado a qualquer momento entre o Governo e Renamo, disse Afonso Dlakhama, que atribui ao Executivo de Maputo a responsabilidade da situação actual.

Em entrevista à RDP a partir de local desconhecido, Afonso Dlakhama diz que o cessar-fogo pode ser assinado já esta semana desde que o Governo resolva a questão pendente: a constituição das forças armadas e de segurança.

Dlakhama destaca a importância da nova lei eleitoral e a composição dos órgãos eleitorais que, para ele, constituem um ganho para o país.

Sem assumir responsabilidades pela situação actual mas remetendo-as para o Governo, o presidente da Renamo admite que o conflito pode afugentar o investimento estrangeiro e diz que a população não quer mais guerra.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG