Links de Acesso

Afonso Dhlakama confirma contactos com o Governo

  • VOA Português

Afonso Dhlakama e Filipe Nyusi (Arquivo)

Afonso Dhlakama e Filipe Nyusi (Arquivo)

Líder da Renamo vai convidar jornalistas quando estiver a deixar o esconderijo.

O presidente da Renamo, Afonso Dhlakama, confirmou contactos para retomar as negociações com o Governo, saindo assim do lugar onde se encontra desta o passado dia 25 de Setembro, quando a caravana em que seguia foi atacada em Gondola, província de Manica..

A informação foi avançada pelo próprio Dhlakama em entrevista difundida neste domingo, 4, pelo canal televisivo STV.

"Sim, estamos em contacto e há um grupo que criámos aí em Maputo. Está incluso o meu chefe de gabinete, Mateus Augusto, mais outras pessoas que estão em contacto com o Governo, assim como os mediadores, e vamos convidar alguns jornalistas para testemunhar a minha saída", disse o líder da Renamo, realçando não ter medo, mas que “é bom haver testemunhas a ver-me sair”.

Na entrevista, Afonso Dhlakama disse não haver guerra em Moçambique, mas também não haver paz “porque paz não significa apenas o calar das armas”.

Não há justiça, não há transparência, tudo arrogância", disse o líder da oposição, que voltou a condicionar um encontro com o chefe de Estado, Filipe Nyusi, à fixação de uma agenda concreta.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG