Links de Acesso

Afonso Dhlakama anuncia trégua por mais dois meses e diz-se optimista

  • Redacção VOA

Afonso Dhlakama e Filipe Nyusi falaram ao telefone

Afonso Dhlakama e Filipe Nyusi falaram ao telefone

“Se falharmos, pronto, falhámos. E, se acertarmos, vamos acertar", concluiu Afonso Dhlakama sobre as negociações em curso.

O presidente da Renamo anunciou o prolongamento da trégua por mais 60 dias com o objectivo de “oferecer a paz aos moçambicanos”, enquanto as negociações decorrem e com a presença de observadores internacionais.

"Esta trégua ou prorrogação é para criarmos um ambiente favorável para podermos assegurar o diálogo aí em Maputo. Isto é, tranquiliza ambos os lados, Renamo e o Governo de Moçambique, para que as coisas possam correr bem”, afirmou Afonso Dhlakama nesta terça-feira, 3, por telefone aos jornalistas que se deslocaram à sede do partido na capital moçambicana.

Em jeito de balanço da trégua unilateral anunciada por ele a 27 de Dezembro, o líder da Renamo considerou que “correu bem", apesar de "alguns pequenos incidentes", nomeadamente em Gorongosa, onde um mercado foi queimado e um membro atacado e roubado na sua residência.

"Deus não fez moçambicanos para viverem nas matas"

Entretanto, adiantou ter garantido ontem por telefone ao Presidente da República que os seus homens "não irão provocar nos quartéis das forças governamentais" e que espera o mesmo comportamento das forças do Governo.

Dhlakama lamentou haver moçambicanos a viver nas matas por medo de raptos e lembrou que “ Deus não criou moçambique para os moçambicanos ficarem sempre nas matas a matarem-se"

O presidente da Renamo garantiu que as negociações irão continuar e a mediação internacional também

Enquanto, ainda de acordo com Dhlakama, um grupo vai analisar a proposta de descentralização apresentada pela Renamo, “outro grupo vai tratar das questões da política de defesa e segurança”.

O presidente do maior partido da oposição revelou que Filipe Nyusi assegurou-lhe estar preparado para assinar um terceiro acordo de paz, enquanto ele, Dhlakama, considera que os dois estão à procura de soluções.

“Se falharmos, pronto, falhámos. E, se acertarmos, vamos acertar", concluiu Afonso Dhlakama.

Na segunda-feira, 2, o Presidente Filipe Nyusi revelou ter conversa ao telefone com Dhlakama e revelou que o líder da oposição fazia uma comunicação ao país.

"São moçambicanos que estão a discutir sobre problemas de Moçambique", numa perspetiva negociada, revelou Filipe Nyusi.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG