Links de Acesso

Estados Unidos transferem controlo da prisão de Bagram para governo afegão


Militares afegãos durante a cerimônia de transferência de controlo da prisão de Bagram em Cabul

Militares afegãos durante a cerimônia de transferência de controlo da prisão de Bagram em Cabul

Por resolver ficou o destino de 50 prisioneiros estrangeiros na sua maioria do Paquistão na cadeia simbolo do controlo americano no Afeganistão

Os Estados Unidos transferiram hoje, o controlo da prisão de Bagram para as autoridades do Afeganistão. O correspondente da VOA, Sharon Behn reporta que o presidente Hamid Karzai descreveu o acto como um importante passo para o reconhecimento da soberania nacional afegã.

A cadeia de Bagram alberga mais de 3 mil detidos. A partir de hoje este presídio como todos os outros do país, passam para o controlo do governo de Cabul. “O Afeganistão reitera o nosso compromisso para com o tratamento humano de todos os detidos e prisioneiros de acordo com as nossas obrigações nacionais e internacionais.”

Mas Rachel Reid da Open Society no Afeganistão mostra-se preocupado com uma série de regulamentos em matéria de prisão preventiva, ou mesmo de detenções, que segundo ela poderão enfrentar futuros prisioneiros no país. “Na nossa experiencia noutros países, tem sido muito aberta para abusos, porque permite ao governo deter pessoas sem julgamento e as vezes sem a constituição de um advogado.”

Reid afirmou ainda existir uma grande diferença de ponto de vista entre Americanos e Afegãos sobre a sorte a ser reservada a cerca de 50 prisioneiros não-afegãos que se encontram detidos em Bagram. Pelo menos 30 desses detidos são de origem paquistanesa, garante Rachel Reid.“Os afegãos não desejam que os Americanos continuam a manter esses cidadãos de países terceiros, no Afeganistão, como se fosse numa mini cadeia de Guantanamo.”

A responssável da Open Society sublinha que os responsaveis afegãos querem que o Americanos cessem o controlo sobre esses detidos ou que os levem para fora do país.Mas o adjunto dos assuntos publicos dos Estado Unidos, Jamie Graybeal diz que o tais prisioneiros de países terceiros não estavam incluídos no memorando de entendeimento de transferencia de controlo da prisão entre os dois países.“O estatuto desses prisioneiros vai ser objecto de futuras discussões ao nivel dos Departamentos da Defesa e do Estado. Até lá, eles vão continua sob a custódia americana.”

Graybeal adiantou que o acordo entre os Estados unidos e o Afeganistão não limita as autoridades americanas em capturar e manter me prisão alegados terroristas. Ele sublinhou que os que esses detidos serão transferidos para as autoridades afegãs na “devida altura”.
XS
SM
MD
LG