Links de Acesso

Advogado de Quim Ribeiro vai continuar a lutar para a sua libertação

  • Coque Mukuta

Joaquim Ribeiro

Joaquim Ribeiro

Nenhum dos reus merecia prisão, diz Sérgio Raimundo

Sérgio Raimundo advogado de defesa do antigo comandante da polícia de Luanda, Quim Ribeiro, diz que vai continuar a lutar pela sua libertação.

Raimundo disse que nenhum dos réus merecia ter sido condenado.

“Vamos continuar a lutar e para nós a esperança é a última coisa a morrer” disse.

Ribeiro e mais vinte companheiros eram acusados de terem estado envolvido na apropriação indevida, em Agosto de 2009, de valores desviados do Banco Nacional de Angola (BNA) e de ele e os seus co-acusados terem assassinado um oficial superior da Polícia e um funcionário dos Serviços Prisionais, a 21 de Outubro de 2010.

Apenas oito dos 21 réus do caso Quim Ribeiro encontram-se nas cadeias de Luanda. Entre eles está Quim Ribeiro.

Sérgio Raimundo disse terem dado passos firmes para a eventual libertação dos condenados.

“Esses oito não mereceriam nem um dia de prisão” acrescentou o advogado.
O julgamento deste caso durou mais de um ano, tornando-se dessa forma no mais extenso da história da justiça angolana.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG