Links de Acesso

Advogado Arão Tempo está muito doente na cadeia de Cabinda

  • Manuel José

A denúncia é de José Marcos Mavungo, detido juntamente com o advogado no dia 14 de Março.

O advogado Arão Tempo, presidente provincial da Ordem dos Advogados de Angola em Cabinda, preso no dia 14 de Março, está gravemente doente e sem atenção médica na cadeia onde se encontra detido.

A informação foi revelada à VOA pelo activista José Marcos Mavungo, detido no mesmo dia por tentar organizar uma marcha contra a violação dos direitos humanos no enclave e a gestão da governadora Aldina Matilde da Lomba Katenbo.

Mavungo revelou que Tempo enfrenta há mais de dois dias uma grave crise de pressão arterial e sofre de malária.

Na noite de ontem, o Ministério do Interior, através do delegado provincial, disponibilizou um médico para ver o advogado, mas ele não aceitou por não falta de confiança.

José Marcos Mavungo, Arão Tempo e um terceiro activista cujo nome não foi divulgado continuam detido e sem data para serem apresentados ao juiz.

Mavungo advertiu que as autoridades introduziram panfletos na acusação contra ele como forma de forjar provas.

Oiça o correspondente da VOA em Cabinda momentos depois de sair da cadeia onde apenas pôde reunir-se com José Marcos Mavungo.

XS
SM
MD
LG