Links de Acesso

Adversários de Ngonda pedem impugnação do congresso da FNLA

  • Coque Mukuta

Ngola Kabango

Ngola Kabango

Lucas Ngonda foi reconduzido como presidente da FNLA.

Os militantes da Frente Nacional de Libertação de Angola (FNLA) reconduziram ontem, 15, Lucas Ngonda como presidente daquele partido, num congresso marcado por confrontos entre duas alas que provocaram um morto e vários feridos. Agora, opositores de Ngonda pediram a impugnação do congresso.

Lucas Ngonda foi reconduzido com o apoio de 524 congressistas, contra 124 votos de Fernando Pedro Gomes, nove de David Martins e quatro de Tozé Fula.

As reacções à decisão dos congressistas não se fizeram esperar.

Fernando Pedro Gomes, candidato derrotado, felicitou Lucas Ngonda.

Tozé Fula, que obteve quatro votos na corrida à presidência, foi hoje ao Tribunal Constitucional pedir a impugnação do congresso por alegadas irregularidades.

“Temos matéria suficiente para impugnar o congresso pelo número de irregularidades registadas no congresso”, afirmou.

Além de Tozé Fula, a VOA sabe que apoiantes de Ngola Kabango também se deslocaram ao Tribunal Constitucional para pedir a impugnação do congresso.

Refira-se que o início do congresso na sexta-feira foi adiado devido a violentos conflitos entre os apoiantes de Lucas Ngonda e Ngola Kabango, que terminaram no assassinato de um homem de 73 anos por um jovem, que foi detido pela polícia.

Registaram-se também mais de uma dezenas de feridos.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG