Links de Acesso

Activistas querem monumento a Cassule e Kamulingue

  • Coque Mukuta

Angola Isaías cassule Alves Kamulingue poster de protesto

Angola Isaías cassule Alves Kamulingue poster de protesto

Cartas foram enviadas às autoridades pedindo o monumento

Quase dois anos após o desaparecimento dos activistas Isaías Cassule e Alves Kamulingue continua a desconhecer-se quem será levado a tribunal como acusados do seu assassinato.




A Procuradoria disse já que varias pessoas foram presas mas até agora ninguém foi formalmente acusado do crime que ocorreu em Maio de 2012.

Continua a espectativa em torno do desfecho do caso de Isaías Cassule e Alves Kamolingue, os dois activistas raptados e assassinados quando tentavam organizar uma manifestação em Luanda em Maio de 2012.

Hoje o movimento de jovens amigos de Isaías Cassule e Alves Kamolingue exige a construção de um monumento histórico com a imagem dos dois activistas.

Para o efeito, o activista cívico Nito Alves, também ele detido por imprimir cartazes com slogans contra o presidente da República, disse que foram enviadas cartas ás autoridades pedindo a construção do referido monumento.~

“A sociedade civil e nós só estamos a exigir ao governo e deve ser o governo a construir porque senão vamos ter uma onda de protestos em Luanda,” disse.

Nito Alves disse ainda que o executivo angolano deve assumir as suas responsabilidades por ser o culpado da morte dos dois activistas.

“O próprio governo de José Eduardo dos Santos é que matou o Cassule e Kamolingue, por isso tem que assumir as suas responsabilida
XS
SM
MD
LG