Links de Acesso

Activistas das Lundas denunciam agressões na prisão da Lunda Sul

  • Redacção VOA

Cidade de Saurimo, capital da Lunda Sul

Cidade de Saurimo, capital da Lunda Sul

Nove activistas da Lunda Sul pertencentes ao Manifesto Jurídico Sociológico do Povo Lundês, detidos há um mês, foram agredidos na última semana supostamente por indivíduos ligados à guarda prisional.

Activistas nas Lundas denunciam ainda a falta de água potável e de assistência médica e medicamentosa na prisão da Lunda Sul.

“Não há água potável para os presos nem assistência médica e medicamentosa para os reclusos, na cadeia da Lunda Sul”, sublinha Beto Adilson Kassoca, delegado adjunto do Manifesto Jurídico Sociológico do Povo Lundês em Saurimo.

Kassoca diz que um dos nove presos detidos a 11 de Setembro deste ano foi brutalmente espancado no dia 18 deste mês.

A VOA tentou contactar as autoridades da Lunda Sul mas sem sucesso.

XS
SM
MD
LG