Links de Acesso

Activistas na Lunda Sul condenados pelo crime de rebelião

  • Coque Mukuta

Pretencem ao auto-denominado Movimento do Protectorado das Lundas.

Cinco activistas pertencentes ao auto-denominado Manifesto do Protectorado das Lundas foram condenados na quinta-feira, 29, pelo Tribunal da Lunda Sul a penas de prisão de dois a seis anos de prisão pelo crime de rebelião.

Ambrósio Pina Bernabe, membro do Manifesto, disse que Augusto Cazenguila foi condenado a 6 anos, Rocha Samakuta, a 4 anos de prisão, Fernando Liberdade, 3 anos, António Samu e Jesus Ngoai dois anos de prisão efectiva.

Bernabe afirma ainda que o tribunal negou o recurso que os advogados tentaram interpor na manhã de hoje por razões não explicadas.

Recorde-se que esta não é a primeira que são condenados nas Lundas activistas por pertencerem ao auto-denominado Manifesto do Protectorado das Lundas, por crime de rebelião.

XS
SM
MD
LG