Links de Acesso

Alegações finais do julgamento dos 17 activistas adiadas para o dia 21

  • Coque Mukuta

Activistas trajados com camisa com referência a palhaço, Angola

Activistas trajados com camisa com referência a palhaço, Angola

Juiz decidiu o adiamento depois de o advogado David Mendes ter abandonado o tribunal.

As alegações finais no julgamento dos 17 activistas angolanos foram adiadas para o próximo dia 21.

A decisão do juiz Januário Domingos José foi anunciada depois de o advogado de três activistas, David Mendes, ter abandonado o tribunal em protesto.

Na retomada do julgamento nesta segunda-feira, 14 , juiz tentou obrigar Mendes a sentar-se no banco como declarante, o que o causídico não aceitou tendo abandonado o tribunal.

Em protesto David Mendes indicou Zola Bambi para as alegações finais.

Bambi solicitou 24 horas para a produção das suas alegações finais tendo o juiz adiado a audiência para a próxima segunda-feira, 21.

David Mendes disse à Voz da América nunca ter sido declarante do processo e que é mais uma ilegalidade no processo.

“Eu nunca fui declarante no processo e vocês viram que até tinha sido aplicado multa e andar a custodia da polícia”, lembrou.

O advogado disse que a fundamentação do juiz não é correcta porque “é mais um acto de ilegalidade que se comete neste processo” .

Questionado se deixa definitivamente a defesa do processo dos 17 activistas, David Mendes garantiu que vai conduzi-lo a partir do seu escritório porque tem vários advogados e “nada vai sair do meu escritório sem o meu conhecimento”.

O advogado David Mendes defende os activistas Nito Alves, Rosa Conde, Albano Bingo Bingo e Laurinda Gouveia.

XS
SM
MD
LG